Todos os dias, desde a hora em que supostamente temos que acordar, temos que tomar decisões.

Você pode pular da cama ou ficar só mais cinco minutinhos. Pode escolher ficar agradecido pelo dia, pela noite de sono ou pode escolher acordar de mau humor, simplesmente porque tem que acordar. E numa sequência de fatos e decisões, corre-se o dia, a semana, o mês e, bem, você entendeu onde vamos parar. Que roupa usar? O que comer? O que ouvir? Podemos escolher o que ouvir ? Cada uma dessas pequenas escolhas que muitas vezes fazemos automaticamente podem trazer resultados bastante diversos, a curto, médio ou longo prazo. Por exemplo, um docinho todos os dias, que você escolheu comer, vai com certeza fazer diferença ao final de um determinado tempo, certo ? Excesso de peso é simplesmente o resultado de muitas pequenas escolhas erradas na hora de comer.

Me interesso por Desenvolvimento Humano desde que consigo me lembrar e quando comecei a estudar para ser terapeuta holística, em 2007, pude entender melhor muito os motivos da minha vida estar onde estava. E claro, fui – e sou – a primeira a testar tudo o que aprendo. Eu aprendi a importância do impacto de toda e cada pequena escolha. Eu sei que você sabe que todos os rumos da sua vida são por causa das suas escolhas mas você tem a consciência da importância de cada uma delas, no momento da escolha? Eu não tinha. E quando, e somente quando, comecei a prestar atenção às minhas escolhas é que minha vida começou a mudar, e finalmente senti que tinha as rédeas da minha vida. Por exemplo, será que é possível escolher um pensamento ?Será que conseguimos selecionar conscientemente nossos pensamentos? Vou dificultar um pouco mais as coisas na minha próxima pergunta … Será possível escolher diariamente nossas emoções? Tenho minhas convicções sobre estes assuntos, mas deixo para um outro dia
Pode até ser que sejam decisões pequenas, feitas automaticamente, absorvidas pelo cotidiano mas estou bem convencida que cada pequena escolha que faço determina meu dia, meu humor e a longo prazo, minha vida!

 

Leia também

Share This